domingo, 21 de dezembro de 2008


RIO///Day 2

Madonna, Mangueira e caipirinha!

Não – não tinha a noção do que viveria. Por isso,por tudo o que vivi, resolvi fazer um diário da minha última viagem ao Rio para ver Madonna.

Antes do show aproveitei os dois dias anteriores para rever amigos (todos muito queridos: Ric, Rods, Lucas, Andrezza, Ronnie, David, Gus, Livetz e sua trupe) e com sorte pegar uma praia. Final de semana chuvoso amedrontava quem pensava em ver Madonna de perto ou mesmo de longe e seguir tranqüilo até o Maracanã. Para minha surpresa o show começaria antes do próprio show. Eu e minha super companheira de viagem Poliana, resolvemos deixar de ir à festa Moo que comemorava quatro anos de existência e aceitar o palpite de um conhecido carioca... palpite certeiro: -“Nada de Moo, coisa uó...se joga na Mangueira”. Eu aceitei o desafio e paguei para deixar os modernos do Rio de lado e ver o que é que o Morro do Chapéu Mangueira tem. Tinha me esquecido da minha última ida à quadra da escola, logo depois me lembrei da minha enorme emoção ao ver o ensaio da escola assim como também a entrada da velha guarda no ginásio da agremiação. Nesta parte deste texto eu vou contar um segredo... que não será mais um segredo..rsrrsr. Eu adoro me vestir como um típico turista quanto estou no rio, sem contar do meu imaginário fashion que adora hibiscos, tucanos, listras, chapéus e óculos. Lembra da Bee? Na infância eram da Bee as minhas t-shirts favoritas! Pronto – rolou assim, bermuda de hibisco rosa e camiseta da V.room cinza e verde mais panamá.

Parti feliz para o meu destino. É lindo chegar à beirada do morro e ver que uma manifestação cultural como o carnaval ameniza a violência; na chegada – zero de stress, zero de medo. A bateria já fazia seu ensaio, eu e minha amiga Poli com copos nas mãos, não demoramos mais um segundo e caímos no samba. As coxas da madrinha de bateria eram maiores que a da Ivete Sangalo e foi o comentário da noite entre gringos e brasileiros, Preta Gil nos camarotes era a celebridade mais conhecida por ali; não muito longe um grupo de sambistas me chamou a atenção. Eu avistei Rodrigo Pitta, diretor e autor do teatro paulista – sua peça onde dirigiu Preta Gil muito me interessou sempre; ele escreveu e dirigiou “Um homem chamado Lee” – me lembro que o texto misturava Jimmi Hendrix com David Bowie,Rogéria com Roberta Close, e uma pitada de Hedwig. Decidi falar com ele e para minha surpresa ele foi receptivo e conversamos muito a noite toda. Junto dele estavam Marina Morena e Fernando Torquatto (maquiador que tem coluna na revista Quem) – por ali perto, no calor do samba também estava um grupo de gringos. Alguns minutos de papo e Rodrigo me confessou que os tais gringos faziam parte do staff de Madonna, eram pessoas que organizavam sua segurança, uma amiga pessoal da diva, técnicos de som e seu maquiador. Foi um choque – todo fã que se preze ficaria louco com a idéia de alguma forma estar perto de Madonna. Eu olhava as mãos do maquiador e dizia para mim mesmo .. “estas mãos já tocaram a Madonna” ... rsrsrsrs.

Para nossa grande surpresa não só nos divertimos, conversamos e sambamos

com seu staff como fomos convidados a ir para a The Week – casa de André Almada, no centro do Rio. Saimos da Mangueira ás 4h30 da manhã eufóricos e felizes. O staff se dividiu quando metade foi dormir e descansar no hotel e outra metade decidiu ir até o club. Então eram eu, Poli, Pitta, Marina, Fernando, o maquiador da diva ( que depois eu e Poli esquecemos o nome no furor do samba + caipirinha ) e Bethel. André Almada nos recebeu na porta e por lá me encontrei com Thiago Romano – companheiro de outro blog ...o Baby Boom.

(http://babyboombh.blogspot.com)

No final – cansados de uma noite tão intensa, Rodrigo fez a delicadeza de chamar seu segurança para nos escoltar até a porta desviando nosso trajeto pelo mar de body builders. Por último o melhor susto... deixá-lo antes na porta do Copacabana Palace e sonhar em estar no sexto andar com Madonna; não entramos – agradecemos a noite e fomos dormir no nosso apê bem no coração de Ipanema.

Um comentário:

poli disse...

Olassss
Rio é tudo
Thi D+
Legal roteiro completo único
Bessitos Poli